Ibéricos, Loucura e Polícia

Ibéricos – Ao contrário do que se possa imaginar, os ibéricos não se preocupam somente com os seus presuntos. Sentindo-se desconfortáveis na península de 582.000 km2, já porque têm idiomas próprios, já porque se consideram diferentes da maioria, constituem países como Portugal em 92.212 km2 dos 582.000 km2 totais, ou tentam separar-se como a Catalunha e o País Basco.

Muito me espanta que o Maranhão, com os seus 331.983 km2 e brilhante população orçando por 6.850 milhões de almas, não se livre do Brasil para fulgurar no concerto das nações civilizadas.

Os britânicos enchem suas bocas para falar de Shakespeare, dos Pitts e dos Chaucers, que, no campo intelectual, não chegam aos pés dos Sarneys.

 

Loucura – Reunidos em congresso internacional, os melhores psiquiatras do mundo não seriam capazes de imaginar o nível de loucura do ex-médico Farah Jorge Farah em seus últimos anos de vida.

Farah era cirurgião-plástico; Hosmany Ramos, outrossim. Ainda bem que um Pitanguy e um José Carlos salvaram a reputação daquela especialidade médica.

 

Polícia – Carentes de verbas, equipamentos e profissionais, as polícias brasileiras se viram com o que têm e demoram para solucionar homicídios instigantes, como o da psicóloga e pesquisadora aposentada da FGV Maria Lúcia Magalhães.

Aos 72 anos, parecendo 60, a psicóloga gostava de malhar e não perdia uma sessão da academia, de segunda a sábado. Estimada pelos colegas de ginástica e vizinhos de prédio em Ipanema, tida como pessoa cordial, era solteira sem filhos. E apareceu morta em seu apartamento numa cena em que o assassino simulou afogamento, depois de matá-la com uma pancada no pescoço. Obra de maluco ou de maluca até hoje não identificado(a).

Não houve roubo no apartamento, o que sugere crime passional, complicando ainda mais as coisas. Os jornais e a internet esqueceram o assunto nos últimos dez dia, em parte pela situação da Rocinha, em parte pela importância atribuída ao Rock in Rio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *