Campeões

Campeões – Na última quarta-feira, 4 de abril, a Liga dos Campeões da Europa salvou a tarde e a tarde/noite na televisão brasileira com a transmissão da partida entre o Liverpool e o Manchester City, vencida pelo primeiro por 3 x 0.

Diversas redes televisivas optaram pela transmissão do jogo entre o Barcelona e o Roma,  a squadra Roma, que deve ter sido original. A squadra fez uma porção de gols e perdeu por 4 x 1, pois dois dos seus gols foram contra a própria meta.

Tive a sorte de optar pelo jogo de Liverpool, se bem que o canal do Esporte Interativo, na obsessão idiota de mostrar que transmite ao vivo, insista em botar o som ambiente, isto é, a barulheira do estádio numa altura que impede o telespectador de ouvir o narrador e os comentaristas brasileiros.

Graças aos jogos realizados na Inglaterra e na Espanha fiquei livre dos canais que transmitiam os votos dos ministros do Supremo. Ninguém aguenta o juridiquês de suas excelências. Ainda bem que o resultado da votação, 6 x 5, mostrou que é possível confiar numa parte dos ministros até setembro, quando Dias Toffoli assume a presidência. A partir de setembro…

Quanto ao metalúrgico, ou passa três meses asilado numa embaixada, ou dois meses engaiolado. Depois, vira nome de viaduto. O que tem de bandido dando nome a viadutos e avenidas, neste país grande e bobo, não está no gibi.