Mistura Fina

Mistura Fina – O pessoal cismaram, como diz o apenado Lula, de implicar com o coronel Lima, amigo de Michel Miguel Elias Temer Lulia há 30 anos. Nessa implicância a polícia descobriu negócios escusos da Argeplan, empresa que pertence ao coronel, nome que sugereAmplaRapinaGeralEstruturadaPlanejadaLabiosaArti-culadaNacional. Tentei hifenizar Articulada e o computador não concordou com o final de linha em cu, separando “c” de “u”, crime grave à luz da proctologia e da seriedade exigida de um cavalheiro caminhado em anos.

Minas vive dias inimagináveis. A eleição de Fernando Damata Pimentel confirmou que a maioria do eleitorado mineiro é impensante. Democracia com eleitores que escolhem Pimentel, Cabral, Crivella & Cia. é meio difícil.

Inimaginável a queima de dezenas de ônibus; ônibus urbanos circulando com escolta e com policiais à paisana ultrapassam nosso poder de imaginação.

E a invasão do Palácio da Liberdade? Não foi em Mogadíscio, mas em Belo Horizonte. Presumo que você, preclaro leitor, também não saiba onde fica Mogadíscio. Console-se comigo. Vou ao Google e aprendo que Mogadíscio ou Mogadixo é a capital e a maior cidade da Somália. Localiza-se na costa do Oceano Índico e tem aproximadamente 1,7 milhão de habitantes. Seu prefeito é Abdirahman omar, assim mesmo, com “o” minúsculo, que deve ser erro do Google. Omar significa “o que tem uma vida longa”, “homem cheio de vida”, “homem ilustre pela riqueza”, como o muito nosso e nunca assaz louvado Omar Resende Peres Filho, o Catito, que trocou Minas pelo Rio e lá vai comprando e operando a Cidade Maravilhosa, do Hippopotamus ao Bar Lagoa, passando por La Favorita na Avenida Atlântica, sem olvidar o Jornal do Brasil, que tem em seu conselho editorial ninguém menos que Wilson Cid, um dos jornalistas mais brilhantes e honestos do Brasil.