Trivial

Trivial – Sérgio Sá Leitão, ministro da Cultura, com seu indecoroso cavanhaque, prometeu ao vivo e em cores “financiamento vultuoso” para iniciar as obras de reconstrução do Museu Nacional.

Graduado em jornalismo, autor de livro sobre futebol, Sá Leitão não é ministro dos Esportes, mas da Cultura. Portanto, deveria saber que vultuoso e vultoso são adjetivos diferentes. Financiamento vultoso é financiamento volumoso, avultado, considerável, de grande importância, enquanto vultuoso, na rubrica medicina, significa “acometido de vultuosidade”, que, por seu turno, quer dizer “condição ou estado do rosto quando as faces e os lábios estão vermelhos e inchados, e os olhos salientes”.

A partir daí, não é de espantar que o museu mais importante do Brasil tenha sido consumido pelas chamas. Durante dois ou três dias, talvez duas semanas, o incêndio será assunto nos jornais e nas televisões, já mergulhados nas próximas eleições. E aí caímos naquela conversa de voto obrigatório, universal, democrático. Quantos brasileiros têm condições de escolher alguém através das urnas? Você acredita em 5% dos eleitores? Então, você é otimista, a partir do exemplo de um ministro da Cultura que não distingue vultoso de vultuoso.

E assim chegamos a outro “assunto” que tem sido preocupação diária de nossa mídia: Venezuela. O mundo civilizado está horrorizado com os mais de dois milhões de venezuelanos que já fugiram de lá e o pior da história ainda é o que vem por aí.

Conheço Caracas. Lá estive durante uma hora, talvez um pouco mais, no ano de mil novecentos e antigamente. O imenso quadrimotor que me trouxe de volta dos Estados Unidos pousou em Caracas para reabastecer.

Apertado pelo álcool que havia bebido no avião e pelas cervejas que experimentei na Venezuela procurei um banheiro no aeroporto, sem sucesso. Em português, em espanhol e inglês macarrônicos, saí perguntando e ninguém sabia responder, até que uma alma caridosa explicou: “Urinario”.

Faz sentido. Do latim medieval urinarius, derivado do latim urina ‘orina’. Como adjetivo: “Perteneciente o relativo a la orina”. Como substantivo: “Lugar destinado para orinar y em especial dispuesto para el en público en calles, teatros etc.”.

O que vem por aí em matéria de Venezuela vai assombrar o planeta.